No país das maravilhas

9 11 2010

Olhava palavras; pensamento distante
Corriam as páginas; e continuamos separados
Quando em uma linha me vejo

Alice se sente estranha
tendo que mandar presentes a seus pés
que estão, agora, tão longe dela

Meu coração também,
anda fora do meu peito
Seus lábios não estão aqui
Nem os meus

Seu sorriso,
melhor presente,
continua aqui
Mesmo (parecendo) ausente

Em pouco tempo tudo se tornou tão diferente
Nada parece impossível, em tudo podemos acreditar

Mesmo longe, continuamos a sonhar
Quem sabe não é o vento minha asa
Sua banheira minha morada
A lareira um túnel pelos céus

E de olhos fechados
Estamos de novo abraçados

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: